quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

TESTEMUNHO DA IRMÃ JÚ. - FREQUENTADORA DO BLOG - LIBERTAÇÃO DA INFECÇÃO NO PÉ.


A Paz de Deus, irmãos vendo esse grandioso site, Deus colocou o desejo em meu coração de contar uma das maiores bençãos que aconteceu em minha vida, espero que em algum lugar Deus possa tocar o coração daquele que necessitar, e nunca se esqueça É TUDO NO TEMPO DE DEUS...


A 15 anos atrás peguei uma bactéria hospitalar muito forte devido a muito tempo de internação, tinha uma ferida no pé direito que vazava muito e cheirava podre, sofri muito pois a ferida não cicatrizava, tomava muitos medicamentos, e nada combatia essa bactéria, ai meu esposo que era batizado me chamou para ir com ele à igreja e por algumas vezes fui. mas sem esperar nada da parte de Deus, pois na minha ignorância eu jamais seria um "alvo" da misericórdia de Deus, em um desses cultos um irmão de fora, usado por Deus disse: "SE VOCÊ PENSA QUE O SENHOR JESUS TE ESQUECEU, ESTÁ ENGANADA MINHA IRMÃ, A OBRA ESTÁ APENAS POR COMEÇAR, ENTREGA O TEU CAMINHO AO SENHOR, CONFIA NELE, E TUDO MAIS ELE O FARÁ...PARA O SENHOR FAZER A PARTE DELE VOCÊ TEM QUE FAZER A SUA (QUE ERA CRER E ME BATIZAR)..." 


Sai da igreja um tanto quanto esperançosa mas o inimigo me perturbava muito a cada vez que ia fazer curativo. Nesse mesmo dia, a noite orei e fui me deitar, as palavras do irmão ficaram na minha cabeça, era como se fosse só comigo tudo aquilo, ai na quinta feira não precisou meu marido me chamar para ir ao culto, quando ele chegou do serviço ja estava arrumada e minhas filhas também estavam vestidas para irmos congregar, lá chegando pedi meu batismo, não disse nada ao meu marido, e na oração do culto Deus já mandou a confirmação da palavra do batismo... me casei dia 05/12/08 para poder servir a Deus corretamente e no dia 21/12/08 me batizei, só que na minha cabeça SERVO DE DEUS não era provado, foi ai que cai do cavalo, minha prova só estava começando, a ferida do meu pé piorava dia a dia, algumas pessoas faziam piadinhas maldosas, minha família...Santo Deus como passei por provações, só Deus e eu sabemos, a prova era grande mas o Deus que eu sirvo é maior, fiquei em paz, tinha a palavra de Deus ao meu lado me dando vitória, eu tinha que ficar em paz.

Alguns meses de tratamento em São Paulo e nada de melhora em minha ferida, e os médicos tomaram a decisão de amputar o meu pé, a infecção só estava subindo, eu correndo risco de morte, me joguei literalmente nas mãos do Senhor, ia aos cultos, orava em casa, mas a depressão era minha companhia.


Numa tarde de fevereiro, o Ancião Antonio veio em casa fazer uma visita e Deus me fez sentir de ser ungida, segundo Sua vontade, não tinha mais em que me apegar, era só Deus em minha vida...o irmão voltou a noite em casa, orou e ungiu-me; pediu-me para ficar em paz...(mas como ficar em paz sendo que eu ia amputar meu pé dia 9 de março? como ia cuidar de minhas filhas? da minha casa? do meu esposo???), tentei esquecer o estava me esperando.


No dia 8 de março fui congregar, e veio um irmão de outra localidade, não me lembro a cidade, mas ele chegou quase na hora da oração, pra ser exata; mas chegou com a unção de Deus, porque já entrou orando, falando em línguas, uma manifestação tão poderosa que me arrepia de lembrar, na hora da exortação da palavra, Deus deu a ele de falar assim: "é...vai passar um pedaço difícil na sua vida amanhã em minha irmã? mas Deus pede pra te falar que ele é contigo, que você vai passar pelo vale de sombra da morte, que dez mil cairão a tua direita MAS VOCÊ não será atingida! A igreja jubilava... vim pra casa parecia que estava nas nuvens, não entendia como é que eu ia ser amputada, e não ia ser atingida? Pedia a misericórdia de Deus...enfiam fui para São Paulo, a cirurgia marcada para as 14 hs, meu esposo e minha mãe que não serve a Deus, mas sei que Deus ainda vai fazer a obra no meu lar, via nos olhos deles que estavam muito nervosos, mas pensava na Palavra que Deus dera ao irmão: "Deus está comigo"...era ora de dar tchau, entrar no centro cirúrgico e esperar em Deus, mas cade a tal paciência?


Estava quase morrendo do coração e ainda tinha que ter calma por eles, Santo Deus, bom entrei no Centro Cirúrgico, uma mulher conduziu-me até a sala e me disse: fica calma eu vou preparar-te, ela veio com soro, olhei de um lado uma serra, do outro um monte de elástico, ataduras, foi me dando uma quentura, um medo, e "fui levantada" da mesa, me sentei e disse: 


- Quero falar com o Dr.
A enfermeira disse que ele já vinha, antes ela tinha que preparar-me.
Eu dizia: - Não, eu quero falar com ele antes, por favor, vai chamar o Dr. Francisco, to pedindo...


Ela foi, quando ele chegou na sala ele perguntou-me:
- O que você quer dona Juliana? Jaja acaba tudo...
Eu falei: - Dr. eu tava pensando, não tem outra forma não? olha dá a impressão que esta fechando o buraco do pé, olha pra mim...
Elle por sua vez, olhou para o meu pé, balançou a cabeça com um sinal de NÃO, arrancou a toca da cabeça e me disse: - SAI DAQUI ANDANDO DO JEITO QUE VOCÊ ENTROU, SUA CIRURGIA EU NÃO FAÇO MAIS!!! (Gloria a Deus !!!!!)
Sai de lá irmãos, com a ferida ainda aberta, mas andando, e na minha cabeça Deus tinha me dado a vitória...a benção ainda estava por vir, no dia 12 fui ao culto, mesmo com o pé doendo, na sexta feira EU NÃO TINHA MAIS FERIDA ALGUMA NO PÉ, E NÃO TENHO NEM CICATRIZ PARA A HONRA E GLORIA DO SANTO SENHOR JESUS.


Agradeço a Deus por dar-me essa vitória, e peço que abençoe grandemente a vida de cada irmão que ler esse relato verdadeiro, se quiser falar comigo me add, juargenta@hotmail.com, ou tambelinna@hotmail.com e lembrem se, É TUDO NO TEMPO DE DEUS...


Deus abençoe 


Eu, Marschall Neri senti a presença de Deus, pois passei por algo semelhante e Deus entrou com Seu poder e fez um grande milagre em minha vida. Fico feliz irmã Juliana por ter me enviado tão grande obra, na verdade era para postar como comentário, mas Deus me faz saber de colocar como postagem aberta no blog, pois creio que a fé de alguém será aumentada e pela unção Deus libertará o ou a que ler de algo semelhante. Amém.


Deus te abençoe irmã Juliana pela contribuição. Deus muito me alegrou. Abraço fraterno. 

TESTEMUNHO: IR. CLAYTON DO CANADÁ - LIBERTAÇÃO DA DEPRESSÃO.

Repassando a obra postada pelo irmão Sílvio Vieira: 

No dia  21.01.2012, fui num ensaio parcial no bairro do Mombassa, na altura do Km 58 da Castelo Branco.
Um irmão estava de passagem pelo Brasil. Embora seja brasileiro, mora atualmente no Canadá, a trabalho.
Ele comentou que aqui no Brasil somos muitos abençoados, pois temos cultos todos os dias e podemos congregar onde quisermos. Já no Canadá há apenas 5 igrejas de maneira que é necessário muitas vezes viajar 8 horas para ir de uma à outra.

Segundo esse irmão, ele estava muito triste porque nos dias de culto em sua cidade não havia como ele congregar, pois os cultos eram nos horários de seu trabalho. E um dia, nessa tristeza e saudades dos cultos aqui no Brasil ele falou ao Senhor: “Senhor, faz tanto tempo que não toco com a orquestra (ele é músico na igreja) e só vou poder visitar o Brasil daqui a 6 meses”. E enquanto ele falava com Deus, lhe veio a mente um irmãozinho de São Paulo que já fazia muito tempo que não ia mais a igreja. E ele se lembrou de que esse irmãozinho estava sem forças de congregar, sem forças de voltar a igreja. E ele perguntou: “Senhor porque me lembrei desse irmãozinho agora? O Senhor podia fazia uma obra com ele”.

Nesse hora o Senhor falou ao seu coração: “Meu servo, pegue seu instrumento e comece a tocar”. O irmão, então, pegou seu violino e ali, de joelhos começou a tocar. Ele estava em seu apartamento e por isso começou a tocar baixinho. Todavia, segundo ele, à medida que tocava começou a se sentir sendo transportado para dentro de uma grande orquestra. E o Senhor lhe disse: “Através de você tocando, vou te levar dentro de uma grande orquestra e você aplacará a saudade do seu coração e também vou levar esses hinos até aquele irmãozinho lá de São Paulo do qual você se lembrou”. E assim o irmão disse que foi tocando e de repente se sentiu no meio de muitos músicos. Embora só ele tocasse ouvia o som de todos os demais instrumentos da orquestra. E aquilo foi se dando de tal forma que ele não se sentia mais no apartamento e tocou muitos hinos.

Quando terminou alguém bateu em sua porta. Era uma das moradoras do apartamento e lhe perguntou: “Você ouviu alguma coisa?” E ele disse: “Não, não ouvi nada”. E ela disse então: “Pois eu estava ouvindo o som de uma orquestra e muita gente cantando e eram músicas lindas e eu que estava tão perturbada, senti uma paz muito grande.” E nesse instante chegou outra vizinha e disse: “Vocês também ouviram? Eu estava ouvindo uma orquestra muito bonita e minha filha que não dormia há uma semana dormiu tranquilamente”.
Então ele percebeu a obra que Deus havia feito.

Mas não ficou só nisso. Passado 6 meses ele veio ao Brasil. E acabou indo visitar aquele irmãozinho pelo qual ele havia orado, sem contudo se lembrar daquele dia em especial. Mas o irmãozinho ao vê-lo lhe disse: “Irmão, deixou lhe contar uma obra que Deus fez. Há 6 meses mais ou menos, todo mundo aqui em casa foi ao culto e eu acabei ficando, pois estava sem forças. Mas algo aconteceu. De repente comecei a escutar aqui dentro de casa toda uma orquestra tocando e nesse dia Deus me libertou daquela depressão em que eu estava”. Assim, cumpriu-se conforme Deus havia falado para esse irmão.

Deus vos abençoe!

sábado, 18 de fevereiro de 2012

TESTEMUNHO: DEUS EXISTE, BEM-AVENTURADO QUEM CRER.

A paz de DEUS!

Quero compartilhar um testemunho (fato verídico) ocorrido meses atrás em minha capital Boa Vista - Roraima (RR) e testemunhado ontem (quinta-feira) no culto da minha comum igreja (Bairro Caranã) pelo cooperador de jovens, irmão Arão. Vejam como DEUS opera:

O irmão Arão comercializa bananas e estava com 10 pencas (cachos) bem maduras, precisando vendê-las com urgência. Dirigiu-se ao centro da cidade e por lá conseguiu vender 8 cachos, restando ainda 2.

Já voltando para casa, ele passava de carro numa rua quando sentiu uma voz em seu coração que falava pra ele dar as bananas restantes para um grupo de homens que estavam reunidos.

Ele parou seu carro e chamou aquelas pessoas. Quando estes se aproximaram o irmão Arão disse-lhes para pegarem as bananas que estavam na parte de traz do carro para comerem.

Estranhamente percebeu que aqueles homens mudaram de semblante, aparentado uma surpresa e os olhos saltando. 

Um deles perguntou ao irmão Arão: "Bixo, você é crente?".

Pelo que ele respondeu: "Sim, eu sirvo a DEUS!"

Então o homem pediu que ele descesse para tomar conhecimento de algo, porém o irmão Arão novamente pediu para que os homens pegassem as bananas.

Foi quando novamente um dos homens falou: "Você precisa saber o que aconteceu." E o homem continuou: "Você tá vendo aqueles três homem sentados ali embaixo daquela árvore? Dois são evangélicos e o outro disse que não acredita em DEUS, e que se DEUS existesse, que ele mandasse alguém entregar bananas para eles."

Foi quando só então o irmão Arão desceu e pregou para todos eles. Dias atrás, um deles creu na mensagem e desceu às águas do santo batismo na igreja Central.

DEUS SEJA LOUVADO!

Marcelo Souza
(95) 8114-1774 (TIM) ou (95) 9123-2921 (VIVO)
Boa Vista - RORAIMA (RR)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...